Portugal helps to stop the war
background

Melhores casas de apostas ✔️ para apostas no Campeonato Inglês [Inglaterra Premier League] 2023

IguBet
classificação:
🎁 bónus de boas-vindas para apostas Bônus de caça 220% até 2200 EUR + 50 EUR aposta sem risco
cadastro
Leon Bets
classificação:
🎁 bónus de boas-vindas para apostas Bónus Leon: aposta grátis até 200€
cadastro
888Sport
classificação:
🎁 bónus de boas-vindas para apostas Ganhe até 1000€ no bónus de boas-vindas. Crie uma conta em 888Casino e receba de imediato 8€ grátis para testar os nossos melhores jogos
cadastro
TornadoBet
classificação:
🎁 bónus de boas-vindas para apostas Pacote de boas-vindas de €500
cadastro
BetAndYou
classificação:
🎁 bónus de boas-vindas para apostas Pacote de boas-vindas de até 1500 EUR + 150 FS. Aposta grátis no seu primeiro depósito até 30 EUR
cadastro
Índice
Conheça nosso autor
Especialista apostas Elizabeth Winnie

Através de um sistema de classificação e padrões graves e consolidados, fazemos um ponto de avaliar os melhores casas de apostas em Portugal. Esta informação não só permitirá que você tenha acesso aos melhores bônus, mas também às melhores condições para tornar as melhores apostas esportivas on-line.

A Premier League (Liga Inglesa) é, sem sombra de dúvidas, a liga das ligas da Europa, um campeonato de sonho, a que a maior parte dos jogadores do mundo almeja chegar um dia. A título de exemplo, nota-se que a Premier League é a liga com mais espectadores, tendo direito televisivos vendidos a mais de 200 países.

Os sites apostas Portugal refletem bem esta realidade, com a Premier League a ocupar o segundo lugar no volume de apostas no nosso país, apenas superada, neste caso, pela Primeira Liga.

Os primórdios da Football League

A English Football League (EFL), criada em 1888, deu lugar à Premier League, em 1992. Depois de uma decadência do futebol inglês, acentuada nos anos 70 e 80, a Premier League deu nova vida ao futebol inglês na década de 90, bem como o fim da proibição dos clubes ingleses disputarem competições europeias.

A FA Premier League dissociou-se da Football Association e da Football League, passando a ser a representada dos clubes da primeira divisão e inaugurando a sua existência na temporada 1992/93, com 22 clubes.

Em 1995, a Premier League passou a disputar-se apenas entre 20 equipas, por forma a diminuir o número de jogos, formato que se mantém até hoje. Cada temporada tem um total de 38 jogos, disputados em duas mãos.

A temporada 2021/22 da Premier League

A 30ª edição da Premier League (120 se somarmos a EFL) foi frutífera em mudanças de treinadores, contratações milionárias e, uma ou outra, equipa sensação.

A competitividade da liga esteve bem patente na atribuição do título de campeão, apenas decidido na última jornada, com o Manchester City, de Guardiola, a subir ao primeiro lugar do pódio, com 93 pontos, seguido do Liverpool, de Klopp, com 92 pontos.

Norwich City, Watford e Brentford foram os clubes promovidos da segunda divisão, com as descidas do Fulham, West Bromwich e Sheffield United. O Brentford acabaria por chegar a um honroso 13º lugar, com as duas outras equipas a descerem de novo para a divisão inferior.

No Top 3 de melhores marcadores, Son Heung-min, do Tottenham, e Mohamed Salah, do Liverpool, ambos com 23 golos cada um, e Cristiano Ronaldo, do Manchester United, com 18 golos.

O Prémio de Jogador do ano da Premier League foi entregue a Mohamed Salah. Jurgen Klopp recebeu o prémio de treinador do ano, sendo a luva de ouro entregue a dois guarda-redes brasileiros: Ederson e Alisson, do Manchester City e Liverpool, respectivamente.

Quando começa a Premier League

Com as subidas do Fulham, Bournemouth e Nottingham Forest e as descidas do Burnley, Watford e Norwich City, a presente edição da Premier League teve início a 5 de agosto de 2022 e decorre até ao dia 25 de maio de 2023, com uma paragem em novembro/dezembro, devido ao Mundial no Qatar.

Ainda assim os jogadores ingleses voltaram a tempo de disputar o habitual Boxing Day, no dia 26 de dezembro.

O Arsenal, Manchester City e Brighton ocupam, à quarta jornada, os primeiros lugares da tabela, com um péssimo arranque de temporada do Liverpool e do Manchester United.

O Liverpool parece agora afastar-se dos maus resultados, com uma goleada por 9-0, contra o Bournemouth, equipa recém chegada à Premier League. Quanto ao Manchester, o jogador português Bruno Fernandes tornou-se uma vez mais essencial para a segunda vitória da equipa na presente época.

Os reforços da Premier League 22/23

A Premier League tem vindo, ao longo dos últimos anos, a assinalar algumas das transferências mais avultadas do mercado de futebol.

  • Darwin Núñez, do SL Benfica para o Liverpool, por 75 milhões
  • Casemiro, do Real Madrid para o Manchester United, por 70,5 milhões
  • Alexander Isak, do Real Madrid para o Newcastle, por 70 milhões
  • Erling Haaland, do Dortmund para o Manchester City, por 60 milhões
  • Marc Cucurella, do Brighton para o Chelsea, por 65,5 milhões

A lista de compras (e vendas) de clubes da Premier League no mercado de transferências de verão é bastante extensa. Note-se, por exemplo, que a percentagem de jogadores estrangeiros é de 66%, numa liga com 355 jogadores.

Os treinadores e jogadores portugueses da Premier League

Já muitos jogadores e treinadores fizeram história na Primeira Liga Inglesa, do incontornável Cristiano Ronaldo, aquando da sua primeira passagem pelo Manchester United ao Special One José Mourinho e a sua caminhada épica no Chelsea.

Em 2022/23, a Premier League conta com dois treinadores portugueses: Marco Silva,no Fulham, e Bruno Lage, no Wolverhampton. Quanto ao número de jogadores, Portugal tem na Premier League um total de 18 jogadores.

É aliás no Wolverhampton que temos o maior número de jogadores portugueses, num total de oito: Pedro Neto, Nelson Semedo, Matheus Nunes, Rúben Neves, Gonçalo Guedes, Daniel Podence, José Sá e João Moutinho.

O Manchester City conta com a presença de Ruben Dias, Bernardo Silva e João Cancelo. Enquanto o Manchester United tem Cristiano Ronaldo, Bruno Fernandes e Diogo Dalot, estando os restantes jogadores integrados em várias equipas inglesas

Os clubes vencedores da Premier League dos últimos anos

A Premier League é uma liga tão emocionante, competitiva e surpreendente que, ao longo dos seus 30 anos de existência, foram já sete as equipas campeãs do futebol inglês. Se alargarmos a análise aos 120 anos de Liga Inglesa, temos perto de 25 clubes vencedores.

À exceção da supremacia do Manchester United, na década de 90 e na primeira década dos anos 2000, o título da Premier League foi atribuído aos seguintes clubes:

ClubeTítulos de CampeãoAnos
Manchester United131993, 1994, 1996, 1997, 1999, 2000, 2001, 2003, 2007, 2008, 2009, 2011, 2013
Manchester City62012, 2014, 2018, 2019, 2020 e 2021
Chelsea52005, 2006, 2010, 2015, 2017
Arsenal31998, 2002 e 2004
Blackburn Rovers11995
Leicester12016
Liverpool12020

As apostas na Premier League

A Premier League, sendo uma das mais assistidas, é também uma das que tem um volume de apostas mais elevado.

Em Portugal, por exemplo, segundo relatório do Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ) - entidade que regula e supervisiona a atividade de apostas online e jogos de casino online - 7,6% do volume de apostas de futebol foram efetuadas na Premier League.

As apostas de futebol dominam nas casa apostas legais portuguesas, representando mais de 65% das apostas, com a Primeira Liga no topo, com cerca de 10%, a Premier League, e, a fechar o top 3, a La Liga (Espanha).

Os jogos que envolvem as “melhores equipas” são os de maior procura, mas jogos com clubes como o West Ham, o Crystal Palace ou o Aston Villa - cuja entrada na época atual não foi a melhor - recolhem também parte do favoritismo dos apostadores.

Também as apostas futuras, como o próximo campeão da Premier League ou o melhor goleador, começam já a ter alguns palpites, ainda que a época 2022/23 esteja no início.

As apostas na Premier League, à semelhança do resto de todas as outras apostas, devem ser feitas em função das estatísticas e confrontos passados, sem esquecer que o futebol apresenta uma série de variáveis e de surpresas. O que constitui, aliás, um dos principais motivos para a paixão que desperta nos adeptos… e nos apostadores.